23 de dezembro de 2015

JEOVÁ TOLERARÃO INDEFINIDAMENTE AS PERVERSIDADES PRATICADAS NO BRASIL?

À
 MEDIDA que vemos a maldade aumentar no Brasil, conforme esta é orquestrada pelos demônios comunistas ligados ao Fórum de São Paulo, criado pelo demônio Kraken-Lula, talvez nós, os mais de 93% do povo de bem dessa nação, nos sintamos como Habacuque, um dos profetas de nossos Deuses que perguntou aos nossos Deuses Jeová: “Por que vocês me fazem ver a maldade? E por que vocês toleram a opressão?” (Hab. 1:3; 2 Tim. 3:1, 13) Meditar na mensagem e no exemplo fiel de Habacuque pode nos ajudar a permanecer firmes enquanto esperamos Jeová enviarem seus exércitos, as FFAA brasileiras. Será que eles escutarão o clamor de seu povo? Não tenha dúvidas disso! — 2 Pedro 3:7.


  Leia sobre o demônio Kraken-Lula neste especial número de Cempertai! e sinta a fé e confiança nos exércitos de Jeová fluir.


6 comentários:

fabricio lugão disse...

Os empurrões que vemos entre o rei do norte e o rei do sul, são análogos a uma gangorra que empurra os indivíduos de um pólo ao outro. Quando a sociedade é chafurdada pelo rei do norte, logo aparece movimentos ditos extremistas que farão justamente um movimento contrário, e assim como que num efeito gongorra os pólos se empurrão em direção ao harmagedom. E é interessante que todas as vezes em que um pólo vai de encontro ao outro, a sociedade sempre leva a pior, quando de um pólo ao outro, ou de um movimento de empurroes, a outro, a sociedade se deteriora, se fragmenta, e se liquifaz. São os empurroes entre o rei do norte e do sul que os levarão ao abismo. Nem a direita e nem a esquerda salvarão o mundo, o mundo será de que o herda!

Isaac mardonado disse...

vc é um apostata?por que parece vc disse que fica no anonimato para nao ser repreendido?Nao é permitido fazer estudo pessoal,seu mentiroso,nada ver claro que pode

Vigilante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vigilante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vigilante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vigilante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.