17 de julho de 2016

TEXTO DIÁRIO PARA DOMINGO, 17 DE JULHO DE 2016

“Por vossa causa vou enviar alguém a Babilônia e fazer descer as grades das prisões.” — Isaías 43:14.

E
M HARMONIA com essa profecia, um acontecimento abalou o mundo certa noite, no início de outubro de 539 AEC. Enquanto o rei de Babilônia e seus nobres bebiam vinho nos utensílios sagrados tirados do templo de Jerusalém e louvavam seus ídolos, os exércitos da Média e da Pérsia, chefiados por Ciro e Dario, conquistavam Babilônia. Em 538 ou 537 AEC, o conquistador de Babilônia, Ciro, ordenou que os judeus voltassem e reconstruíssem o templo dos Deuses santos em Jerusalém. Tudo isso havia sido predito por Isaías, incluindo a promessa de que Jeová sustentariam e protegeriam seu povo arrependido no retorno a Jerusalém. Nossos Deuses os chamaram de “povo que formamos para nós, para que narrassem o nosso louvor”. (Isaías 43:21; 44:26-28) Quando retornaram e reconstruíram o templo dos Deuses santos em Jerusalém, eles se tornaram testemunhas dos Deuses santos Jeová, os únicos Deuses verdadeiros, que sempre cumprem o que falam.


Num cumprimento maior, Jesus seria uma espécie de Ciro-Maior. Ele libertaria os do povo judeu da Lei carnal para introduzi-los na “lei perfeita que pertence à liberdade”. (Gálatas 2:16; Tiago 1:25) Hoje Jesus liberta os seus discípulos das várias jaulas religionistas, governadas pelos mais perversos dos homens: os que ‘governam homens para prejuízos’ na fé, os líderes religiosos de todas elas. (Eclesiastes 8:9) Uma das artimanhas que esses filhos dos Diabos usam para aprisionar os discípulos de Cristo nas suas gaiolas em forma de igrejas, templos, salões do reino, mesquitas e afins, é por culpá-los de pecados. Dizem que os que pecam e eles descrevem miríades de “pecados” e regras impossíveis de se seguir justamente para o discípulo de Cristo nunca conseguir observá-los, mas, em vez disso, violá-los tornam-se “doentes espirituais”. Dizem então que, para ficarem sãos e salvos, precisam da ajuda fornecida somente por eles, os líderes. O que você acha disso? Será que Cristo e os Deuses santos Jeová que o acompanham, quais “reis do nascente do sol” o Ciro da "Pérsia" e os reis da "Média" Maiores conseguirão fazer mais esse ato de libertação? (Apocalipse 16:12) Veja o que A Continela – Anunciando o Reino dos Deuses Santos de janeiro a abril de 2016 tem a nos dizer sobre o tema pecado.

2 comentários:

Isabel Correa disse...

“Os que não temem são os que não têm nenhuma culpa”. Estes já se encontram em segurança. Descansam na quieta certeza de que farão o melhor naquilo que lhes for concedido fazer. Não duvidam de sua capacidade porque sabem que sua missão e seu proposito no ‘Plano de Deus para a Salvação’ será cumprido completamente no tempo e no lugar perfeito.
Temos um grandioso propósito a cumprir e tudo o que precisamos para alcançar a nossa meta nos foi dado. Nada mais será um equívoco obstruindo o nosso caminho. Isso porque hoje estamos livres de erros. Todos os nossos pecados foram lavados e desapareceram, ao compreendermos que eram apenas equívocos. Portanto sem a culpa a nos atormentar, não sentiremos mais medo, estamos salvos e seguros, e reconhecemos essa segurança. Assim tomamos posse hoje dessa certeza e procuramos aumentá-la cada vez mais a aceitando em nós mesmos e procurando compartilha-las com outros. E todos aqueles que se beneficiarem e tomarem posse do seu lugar no Plano de Deus para a salvação, alegremente compartilham tudo o que aprenderam e tudo o que tem ganhado com suas realizações. Aqueles que ainda estão inseguros com o tempo também se juntarão a nós e, absorvendo da nossa fé e certeza, e se tornarão mais confiantes. Enquanto isso, aqueles que ainda não nasceram de novo, ouvirão o chamado que ouvimos e responderão quando vierem para fazer novamente a sua escolha. Pois nossa escolha hoje não é somente por nós mesmos. Através dela outros virão, e serão beneficiados.
-Aceitemos a nossa responsabilidade no plano de Deus para a salvação da humanidade-

Apóstolo TDS disse...

Lindo