1 de março de 2012

A HISTÓRIA DA VIDA


De onde viemos?

E
m duas ocasiões na história do Cosmos, a matéria que compõe o seu corpo esteve reunida no mesmo lugar - no big-bang e agora. Saiba como saímos de lá e viemos parar aqui.

O big-bang criou você, eu e os Deuses
   Agora, enquanto você lê esta matéria, uma incrível coincidência está acontecendo. Pela segunda vez na história do Universo, esse exato conteúdo de partículas e subpartículas, matéria e energia, que você costuma chamar de “eu” está reunido exatamente no mesmo lugar do espaço.

   A primeira vez foi há 13,7 bilhões de anos. E a organização de todos esses elementos que faziam parte de você era bem diferente. Na verdade, tudo estava na forma de energia – e misturado a todas as outras coisas que existem no Universo. Eu, você e até mesmo todos os Deuses, éramos a mesma coisa, condensados num amontoado absurdamente denso de energia. Tudo bem apertado, concentrado num espaço mínimo – esse foi o instante imediatamente após o big-bang.

   A grande explosão que deu origem a tudo não aconteceu num determinado lugar. Rolou aqui, ali e em toda parte. É que todos os lugares também estavam espremidos num ponto bilhões de vezes menor que uma cabeça de alfinete. E lá estávamos nós e também os Deuses, embaralhados num mar de energia explosiva. Logo, com todo esse amontoado, o Universo trataria de acabar com isso e nos espalhar para todos os lugares possíveis – mas não sem antes ampliar todos os lugares possíveis.

   Até que pudéssemos assumir nossa forma atual, uma longa jornada teria de ser percorrida. Essa é a história que você vai ler aqui. A sua história, do big-bang até agora.

   Bem, se tivéssemos de resumir em uma única palavra tudo que sabemos sobre o instante inicial do Universo, escolheríamos esta: nada. É como disse o astrofísico americano Carl Sagan sobre o big-bang: “Por que ele aconteceu é o maior mistério que se conhece. Mas o fato de ter acontecido é razoavelmente claro”. Quer dizer: sabemos com razoável precisão que, cerca de 13,7 bilhões de anos atrás, aquela microcabeça de alfinete começou a crescer. Nisso o Universo foi se diluindo. E uma parte daquela sopa de energia onde você estava esfriou, assumindo uma forma mais familiar: a de matéria.

   Essas primeiras partículas de matéria de que se tem notícia foram batizadas de quarks. No Universo atual, elas não existem soltas, porque outras partículas, chamadas de glúons, impedem que elas vivam sua vida independentemente – os glúons são o superbonder da matéria.

   O Universo, porém, ainda fervia. Era tão quente por lá que quarks e glúons se agitavam como pipoca na panela, e não existiam misturados. Viviam separados num estado chamado de plasma de quark-glúon, que chegou a ser criado por um pentelhésimo de segundo num acelerador de partículas do Laboratório Nacional Brookhaven, EUA, em 2005. Isso nos deu uma boa pista do que foi essa época. E do que viria depois.

   Conforme o Universo foi se resfriando, os quarks e os glúons começaram a se entender. Então os primeiros começaram a se reunir, em trios, para formar os muito mais conhecidos prótons e nêutrons.

   Tudo isso aconteceu em mais ou menos 10 milésimos de 1 milésimo de segundo. A essa altura, você, eu e também os Deuses, já éramos um amálgama de prótons e nêutrons, misturados de uma forma indistinta – nada que realmente desse para chamar de “eu”, ou de “nós”. Mas era um belo começo. E o próximo passo era juntar esses prótons, nêutrons e elétrons na forma de átomos.

   Tenha em mente que, durante todo o processo, o Universo continuava a se resfriar e a se diluir (coisa que ele está fazendo até hoje). Cem segundos depois do big-bang, então, quando o Cosmos atingiu uma temperatura mais amena, de mais ou menos 10 milhões de graus Celsius), essa brincadeira de colar prótons, nêutrons e elétrons passou a ser possível. Surgiam os primeiros átomos. Primeiro, os de hidrogênio – forma atômica mais simples, composta de um próton, solitário ou acompanhado por um ou dois nêutrons. E, rodopiando em volta dele, um elétron (outra partícula que, como o quark, nasceu um pouco depois da grande explosão).

   Depois disso, já com um belo estoque de hidrogênio em mãos, o Cosmos passou a colar esses átomos uns nos outros para formar o 2o elemento mais simples, o hélio, com dois prótons e um ou dois nêutrons no núcleo. Em seguida deu para formar mais um pouquinho de lítio, o 3º elemento, mas aí o Universo ficou frio demais para seguir com esse processo de fusão nuclear. Saldo final: 300 segundos após o big-bang, o Cosmos tinha 75% de hidrogênio, 25% de hélio e umas pitadinhas de nada de lítio.

A última milha
   Um Universo eternamente composto só de hidrogênio e hélio ia ser bem sem graça. Não dá para criar vida (leia-se você, ou nós) com esses elementos. Então, o Cosmos precisou dar um jeito. Ele criou as estrelas – pequenas fábricas de novos elementos.

   A melhor forma de imaginar uma estrela é pensar numa imensa bola de gás, feita basicamente de hidrogênio, com umas pitadas de hélio. Ela surge a partir de nuvens gasosas, que deviam ser bem abundantes logo no início do Universo.

   Cabe à gravidade transformar as nuvens difusas em bolas compactas. E a força gravitacional exagera na dose, de modo que o astro recém-nascido se torna muito, muito denso. A pressão no interior dele atinge um ponto que leva os átomos de hidrogênio a grudar uns nos outros, formando mais hélio. Esse processo de fusão nuclear produz muita energia, e é isso que faz a estrela brilhar. Mas, se a função primordial da estrela é formar hélio a partir de hidrogênio, então qual é a diferença entre uma estrela e aquele cenário pouco após o big-bang? Bem, a vantagem da estrela é que ela não está se diluindo a passos largos, como todo o Universo do lado de fora – assim o processo de fusão pode seguir por milhões (ou bilhões) de anos.

A gravidade 'exagera na dose' e criou estrelas,
de onde viríamos
   Apertada pela gravidade, a estrela passa muito tempo fabricando hélio. O mais interessante, no entanto, é o que acontece a seguir. Quando o hidrogênio no núcleo estelar se esgota, ele se comprime mais, e a pressão se torna suficiente para usar o hélio como matéria-prima para a criação de elementos ainda mais pesados. Foi assim que nasceram os átomos grandes, com muitos prótons no núcleo, como o oxigênio e o carbono.

   Claro, de nada adianta ter todas essas pequenas jóias da vida (o oxigênio, com o hidrogênio, forma a água, e o carbono, por sua vez, é a base para todas as moléculas complexas ligadas ao metabolismo biológico) se elas estão inacessíveis, trancafiadas no núcleo de uma estrela.

   Felizmente para nós, o Universo tinha mais uma carta na manga: chega um momento em que o centro da estrela se comprime tanto que ela não aguenta mais. E dá sua estrebuchada final: o núcleo colapsa por conta do próprio peso e, num efeito rebote, o astro explode violentamente, expulsando suas camadas superiores. Esse fenômeno, que chamamos de supernova, espalha elementos pesados (a matéria-prima da gente) pelo espaço. Quer dizer: cada pedacinho que agora forma o seu corpo foi forjado dentro de várias supernovas Universo afora.

   Bom, essa mesma gravidade que, mais hora menos hora, mata as estrelas também agiu em escalas maiores, reunindo enxames estelares em galáxias, e essas galáxias em aglomerados, e os aglomerados em superaglomerados, deixando o Universo parecido com uma teia de aranha... mas essa é uma outra história. Estamos aqui para dizer como você, eu, e os Deuses, vieram à existência, então vamos, sem mais delongas, prosseguir em nosso caminho.

   Até este momento falamos de apenas 1 bilhão de anos após o big-bang. As galáxias já existem, as primeiras estrelas já explodiram em supernovas, e o Cosmos está ficando cada vez mais rico em átomos complexos. Concentremo-nos então numa única galáxia espiral, que hoje convencionamos chamar de Via Láctea. Avançando a fita mais 8 bilhões de anos, vamos descobrir que, na periferia dessa estrutura, uma nova estrela está se formando a partir de uma nuvem de gás. Era uma nuvem tênue para os padrões cósmicos, sem muita massa. Resultado: a estrela não se agigantou tanto, e o resultado foi um astro medíocre – de porte médio para pequeno. Esse foi o nada emocionante nascimento do Sol. (Concordemente, em alguma estrela nas proximidades da nossa, acontecia o mesmo . . . e assim, em bilhões de outras estrelas, espalhadas em todas as galáxias, muito possivelmente aconteceu exatamente o mesmo!)

   Ao redor dele, do nosso Sol, um disco composto de gás e poeira, já devidamente enriquecido com elementos pesados, acabou produzindo 8 bolotas mais parrudas que hoje chamamos de planetas. É numa dessas bolotas, a 3ª a contar do Sol, que a nossa história deu outro grande salto: fomos promovidos de poeira estelar a formas de vida. Saiba que essa mesma história já foi contada pelos Deuses, onde vieram à existência. Falo que ‘já foi contada’ por que, como podemos deduzir, os Deuses estão a anos luz de evolução à nossa frente.

Todo sistema planetário vem à existência à partir
dos restos de estrelas. É por isso que tanto nós, quanto
os Deuses, somos "poeira das estrelas".
   Só que não foi fácil. A própria Terra não era nem de longe o lugar agradável que é hoje. Nosso 1o bilhão de anos foi marcado por surras memoráveis – o sistema solar recém-nascido tinha muito mais sujeira, e vira e mexe algum asteróide trombava aqui. Um desses choques, para você sentir o drama, foi com um objeto do tamanho de Marte. A pancada foi tão violenta que jogou bilhões de toneladas de matéria na órbita terrestre. A gravidade logo reuniria esses destroços numa bola de pedra com 1/4 do tamanho da Terra. Uma bola que agora chamamos de Lua, a maior testemunha daqueles tempos turbulentos. Esta é uma das duas melhores teorias para a história da nossa vizinha – a “fiel testemunha no céu.” - Sal 89:37 - TNM.

   A despeito dessa fase hostil de pancadaria cósmica, que durou até mais ou menos 3,9 bilhões de anos atrás (ou quase 10 bilhões de anos após o big-bang), a Terra foi um planeta que deu sorte, pois nasceu no lugar certo. Por sua distância do Sol, é um mundo que não fica nem muito frio nem muito quente. Isso quer dizer que uma substância muito especial, chamada água, pode existir numa forma muito especial, o estado líquido. Por causa disso, nosso planeta foi contemplado com as condições de preparar o grande sopão que daria origem à vida. Mas, para cozinhar seres vivos, não basta uma sopa qualquer – é preciso uma sopa de letrinhas. Não sabemos exatamente como é o mundo dos Deuses, motivo que nos faz imaginar vários mundos diferentes – desde mundo espiritual a “universos paralelos” onde possam existir. Mas a probabilidade é a de que eles existiram a partir do início deste universo mesmo e que vivam nalgum planeta real mesmo.

Leia mais na parte II

_____
Condensado e reorganizado da matéria do irmão cientista Salvador Nogueira.

36 comentários:

Anônimo disse...

Esse cidadão de codinome Wandrey é DESASSOCIADO!
Eu o conheço pessoalmente e sei inclusive o seu nome.
Conheço também o TJ7. Ele é gaúcho. Também é DESASSOCIADO. E há anos.
.
Gente cega tentando guiar cegos.

Anônimo disse...

O "Wandrey" vai tentar negar que é desassociado. Ou usar uma frase bonita e aparentemente sábia (talvez com uma citação bíblica) para mostrar que é indiferente ao que eu disse.
.
Já me adianto dizendo que não há nada pior que um MENTIROSO se passar por TJ sendo um DESASSOCIADO!!Pensei que o TJ7 fosse o pior, mas ao menos ele não ensina coisas contra a Organização e se diz TJ.

Wandrey Suárez disse...

Se sabe tanto, então diga uma coisa a todos aqui, sabichão: quem desassociou quem? É claro que você mente. Não sou e nem posso ser desassociado.

Passar bem e seja iluminado aqui.

Wandrey
Apóstolo para as Redes Sociais e blogs da Internet

Anônimo disse...

se você disser que o wandrey é desassociado eu até acredito , mas o tj7 , isso é praticamente impossível !!!!

Anônimo disse...

O TJ7 é desassociado. Isso é certo! Faz anos já. Eu o conheci quando não era desassociado. Depois se separou da esposa e foi desassociado. Mora no Rio Grande do Sul na cidade de Parobé. Nunca voltou para a verdade.
Era meu amigo e sinto falta dele. Ele defende a verdade mas não está nela.

Anônimo disse...

mas por qual motivo ele foi desassociado?
e por que alguem mentiria dessa forma ainda mais relacionado a religião?

Anônimo disse...

O motivo da desassociação do TJ7 eu não sei. Apenas sei que, logo após ele se separar da esposa foi desassociado. Pode ter sido por qualquer coisa, mas nunca saberei.
.
E ele não mente sobre a religião. Nunca perguntaram para ele sobre se ele era ou não TJ. Então, se nunca perguntaram, ele parece ter decidido não falar.
.
Mas ouço dos anciãos que ele tem desejo de voltar. Talvez logo volte. Mas por enquanto ainda está fora.
ANONIMO1

Wandrey Suárez disse...

Quem, afinal, é o irmão TJ7? E porque resolveram ficar aqui discutindo a respeito dele?

Wandrey
ARSBI

Anônimo disse...

wandrey , você não sabe quem é tj7 porque não quer, já que notei diversas conversas entre vocês em blogs da internet.

Anônimo disse...

então rapaziada entrei em contato com o tj7 e o mesmo desmentiu tudo que o irmão anonimo1 disse,e alega que o acusador é que deve ser um apóstata recentido. wandrey porque você não faz uma analise do site pedras que clamam tj7 ? é de boa qualidade.

estudante
---------------

Wandrey Suárez disse...

Boa ideia, irmão. Vou eu mesmo dá uma voltinha por lá e dessecar o blog do irmão TJ7 Daí vou recomendar para a equipe de redação de A Continela.

irmão anônimo1: pára de falar asneiras sobre seus próprios irmãos. Você tem ideia do mau que pode causar a cada um de nós em ficar mencionando desassociação para cada um de nós? Olha, no meu caso - vou tornar a repetir - sou pai de família e se os anciãos me pegarem vão 'fazer uma devassa em minha família ao me desassociarem'. Claro que vão ter de fazer isso sozinhos pois eu não vou a nenhum tribunal sem meu advogado. . . .

Então é melhor o irmão ficar procurando nos desassociar. Acho que ele deve ser um ancião. deve está faltando gente para ele desassociar na congregação dele e vem aqui. Irmão, sei duma congregação onde o irmão vai se dá bem. Lá só tem desordeiros. vá lá: Congregação Bela Vista

Wandrey
ARSBI

Anônimo disse...

Wandrey
.
Se não acredita, nada posso fazer. O TJ7 é desassociado. Sei disso, e apenas repasso a informação.
.
E congregação Bela Vista de que lugar? O que tem nessa congregação?

Anônimo disse...

Ke congregação bela vista é essa?

Anônimo disse...

bom dia irmão wandrey , o que achou do blog pedras que
clamam tj7?

Anônimo disse...

WANDREY, QUE CONGREGAÇÃO BELA VISTA É ESSA?

Wandrey Suárez disse...

Irmão, ainda não tive tempo suficiente para examinar o blog do irmão TJ7. Acho que esse fim de semana vai dá pra fazer isso. É que estou muito atarefado aqui com umas coisas teocráticas. Ontem, para se ter uma ideia, fui eu, na minha congregação, o designado para fazer necessidades locais. Imagine como foi difícil para mim falar contra 'as redes sociais e sites de relacionamentos' sendo que sou o apóstolo para tais.

mas a gente não pode bobear, não é mesmo? Então falei mau desses sites até o fim do discurso. Falei mau dos irmãos que deixam suas esposas sozinhas para ficar vendo as mensagens postadas no Face Book, no Orkut, no Twitter, xvideos e outros sites de relacionamentos.

Depois ataquei o cerne da questão, enviado no esboço: 'é perigoso ficar olhando redes sociais. ali ficam os que divulgam mensagens "contra Jeová" e sua "organização".'

É claro que essas informações visam aos irmãos não aprenderem as últimas verdades, mas fazer o que? Tive de fazer minha parte e bem feita.

Agora tenho de postar essas coisas para fazer os irmãos a visitarem ainda mais as redes sociais e blogs da internet.

Irmão, quero que até o fim deste ano, cem mil pessoas estejam lendo a nossa revista, a A Continela, claro. O irmão vai fazer alguma coisa para que isso seja possível?

Espero que todos atendam ao chamado a divulgar a revista, enviando a todos os seus contatos de e-mails, conforme o corpo de Apóstolos das Testemunhas de Jeová solicitaram na última página da referida revista.

A todos os colaboradores cristãos ungidos, que Jeová os abençoe sobremaneira.

Wandrey
Apóstolo para as Redes Sociais e Blogs da Internet

Anônimo disse...

wandrey você acha errado assistir aos xvideos?

estudante
-------------

Anônimo disse...

WANDREY, QUE CONGREGAÇÃO BELA VISTA É ESSA?

Não vai responder?

Anônimo disse...

wandrey, você soube que uma sonda chinesa captou imagens de bases extraterrestres na lua?

estudante
------------

Wandrey Suárez disse...

Assitir x vídeos não é errado, irmão. Todo cristão deve conhecer e de vez em quando ir nesta rede re relacionamentos. É saudável porque nem sempre nossas esposas estão dispostas. Falando nisso, lembre-se de uma profecia de Jeová: 'a mulher terá desejo ardente do marido'. Opa, mas somos nós, homens, quem temos desejos ardentes delas. . .

Alguma coisa está trocada.

Mas vamos esperar por mais luzes espirituais.

Que negócio é esse de sonda lunar, irmão? Mostra o link.

Wandrey
ARSBI

Anônimo disse...

WANDREY, QUE CONGREGAÇÃO BELA VISTA É ESSA?

Não vai responder?
Respode a tudo menos isso!!!

Parcialidade agora?

Anônimo disse...

e quanto á fornicação e adultério como ficam ?

estudante
------------

Anônimo disse...

WANDREY, QUE CONGREGAÇÃO BELA VISTA É ESSA?

Não vai responder?
Respode a tudo menos isso!!!

Parcialidade agora?

Anônimo disse...

será que no tempo de Adão e Eva as mulheres produziam mais testosterona e por isso tinham mais desejo sexual?
apesar que tem mulheres por aí que são "perversas" sexualmente falando, só que essas não servem pra casar , sabe Wandrey me casei com a mulher da minha juventude seguindo o conselho do livro provérbios , sou infeliz com a minha vida sexual mas não consigo trair munha mulher meu consciente e inconsciente não me deixa adulterar e olha que as mulheres dão em cima , uma mais gata que a outra,provavelmente terei cancêr de próstata devido á abstinência sexual , mas você quer saber deve estar nos genes das mulheres a questão sexo e dinheiro atrelados , se tiver condições chegue em casa com um bolo de notas e tenha uma noite daquelas."é só uma suposição, não é nada garantido.
um abraço !!

estudante
-----------------

Wandrey Suárez disse...

Irmão, sobre a congregação, não, não vou falar mais nada. Falei porque pensei que o irmão fosse ancião. Caso fosse, saberia do que falo e de que congregação. Pois veio uma carta oficial sobre essa congregação 'a todas as congregações'. O superintendente de circuito e de distritos estão sendo orientados quanto a isso. não precisa se preocupar, se o irmão não é ancião.

Wandrey
ARSBI

Anônimo disse...

boa tarde wandrey, qual a sua opinião sobre fornicação e adultério?

estudante
-----------------

Anônimo disse...

wandrey , porque você não é ancião?

Wandrey Suárez disse...

Irmão estudante, leia a matéria do irmão ungido sivaldo:

http://porquenaocreio.blogspot.com/2011/11/sexo-testemunhas-jeova.html

Você entenderá direitinho nosso conceito sobre fornicação.

Wandrey
ARSBI

Anônimo disse...

não me leve á mal, mas você aceitaria que o seu conjuge pensasse dessa forma e quisesse ter liberdade pra fazer o que quiser,embora as mulheres sejam culpadas pela queda do homem (no paraiso)e Jeová tenha permitido a bigamia devido a dureza dos corações dos homens , Jesus aboliu a bigamia e portanto instando que não se devia macular o leito conjugal.

estudante
-----------

Anônimo disse...

não me leve á mal, mas você aceitaria que o seu conjuge pensasse dessa forma e quisesse ter liberdade pra fazer o que quiser,embora as mulheres sejam culpadas pela queda do homem (no paraiso)e Jeová tenha permitido a bigamia devido a dureza dos corações dos homens , Jesus aboliu a bigamia e portanto instando que não se devia macular o leito conjugal.

estudante
-----------

Anônimo disse...

você está parecendo com os adeptos daquela igreja em que os homens tinham várias mulheres e inclusive os de alta patente se relacionavam com as mulheres dos recém chegados

Anônimo disse...

www.therevelationx.com/.../antigas-bases-alienigena-na-lua-podem-t...

sonda chinesa
---------------

Wandrey Suárez disse...

Infelizmente a notícia e foto é falsa, irmão. Mas acredito mesmo que os Deuises, ao aqui chegarem, a mais de 12 mil anos atrás, fizeram da lua uma base, antes de descerem à terra. Afinal, isso seria óbvio do ponto de vista astronômico. nós faríamos isso, caso encontrássemos um planeta e conseguíssemos chegar lá. A lua é um ótimo ponto para se construir uma base central e, à partir dela, enviar expedições de Deuses às outra base, em orbita da terra e, após descerem, a uma terceira e quarta bases. A terceira foi aquele que Gênesis chama de 'o espírito (`wehuar) dos Deuses que andava sobre as águas'. Já a quarta base, foi implantada milhares de anos mais tarde, em terra. Acho muito provável que tenha sido no polo norte. Os Deuses até mesmo levaram enoque lá. ele se encantou, claro!

Irmão, já basta o tempo em que fomos ignorantes com respeito aos deuses, achando que eles vivem num muindo imaginário, de faz de conta - um "mundo espiritual", inexistente, sem sentido, imposto a nós por líderes religionistas humanos convencidos.

As Escrituras estão ai abertas a todos nós, cristãos ungidos. Nós devemos lê-las.

Wandrey
ARSBI

Anônimo disse...

não vai responder as outras indagações wandrey ?

Wandrey Suárez disse...

Tipo esta, irmão:

"wandrey , porque você não é ancião?"

Sim, respondo.

não tenho interesse em desassociar pessoas pecadoras. Afinal, todos somos pecadores e mais cedo ou mais tarde tropeçamos. Como ancião temos de seguir a risca a ordem do corpo governante - desassociar.

Meu amigo, o Agenor, é um ancião e ele me confidenciou um caso em que uma irmãzinha cometeu fornicação e que tinham de desassociá-la. Ele não queria fazer isso, mas a pressão dos outros anciãos o levou a também levantar a mão.

Irmão, se fosse para ser ancião só para cumprir o que Jesus determinou, eu já seria a muitos anos. Veja só o que a bíblia diz: "Jeová julgará os fornicadores e os adúlteros". Mas na nossa religião aconteceu uma coisa incrível. Os do Corpo dos Governantes 'derrubaram' Os Deuses de sua cadeira de juízes e, eles mesmos, é quem julgam a estes agora. Colocaram anciãos devidamente treinados, como cães de guarda em cada congregação, à procura de servos de Jeová que 'pecam' dessa forma. Daí o resto o irmão já sabe: desassociação.

Jeová não tolera mais a estes.

Por enquanto, sou ancião para os da minha casa e tudo está dando certo. Minha família é abençoada por eu ser o ancião que Jeová espera que sejamos.

Após o expurgo, quem sabe me tornarei ancião na congregação!

Wandrey
ARSBI

PS.: Desculpe demora e aparente desinteresse em respondê-lo. Mas o irmão deve saber o quanto devo ser ocupado. Além de todas as coisas normais da vida, tenho de lançar um dos assuntos de A Continela e está sob minha responsabilidade a produção da Tradução dos Deuses Santos das Escrituras Sagradas. Já está atrasada.

Anônimo disse...

Cara de pau você hein.kkkjkkkkk